domingo, 6 de dezembro de 2015

Uma Tarde no Museu

A convite do Engenheiro Fábio Rahmeier  (OZ Engenharia Geradores de Ozônio) voluntários do Green de Porto Alegre
 visitam o Museu da PUC 

Na tarde do dia 05/12/2015, o Grupo de Voluntários Greenpeace Porto Alegre, representados pelos ambientalistas Emerson, Thawana, Alice, Gabriel, Paloma, Denise Souza, Renata, Márcia, Diogo, Bárbara, Gabriele, Paula, Cínthia, Thamara, Erick, Mara, Laura e Valdeci,  teve o prazer de participar de uma visita guiada pelo Tecnopuc e no Museu de Ciências e Tecnologia da PUCRS a convite do engenheiro Fábio Rahmeier da OZ Engenharia Geradores de Ozônio. Nessa visita, que ocorreu a partir das 14h, tivemos a oportunidade de conhecer o projeto da árvore solar desenvolvida pelo engenheiro Fábio. 

A árvore solar que capta água da chuva e purifica a mesma para regar as plantas de dentro dela, utilizando a energia das placas fotovoltaicas, encantou os voluntários; com um sistema simples e objetivo, o projeto tenta alcançar as necessidades de quem não tem a disponibilidade de colocar as placas solares em seu telhado. Com um desing envolvente e encantador, a ideia da árvore é simpatizante e surpreendente. Com a ajuda dos alunos da PUCRS, a cada dia a árvore ganha uma nova ideia que aprimorará o impacto social da mesma. Há inúmeras possibilidades de como essa ideia e projeto pode chegar a população de uma forma inovadora e sustentável. É com grande expectativa que conhecemos o projeto e que ansiosamente aguardamos o seu desenvolvimento total.
Eng. Fábio e a Árvore Solar

Depois de conhecermos a árvore, fizemos uma visita aos espaços da Tecnopuc, onde nos foi apresentado um resumo de como funciona essa parceria de estudos e projetos entre faculdade, empresas e governo. Após esse momento, fomos guiados até o Museu de Ciências e Tecnologia da PUCRS. A entrada no referido museu foi uma cortesia. 

A tarde no museu foi agradável e instrutiva, os voluntários se dispersaram pelo museu e cada um pode conhecer melhor um pouquinho daquilo que mais lhe chamava a atenção e curiosidade. Passados pelas exposições de ciência criminal, matemática, tribos indígenas antigas e seus costumes, os voluntários se encantaram mais, como era de se esperar, com a parte voltada as fontes de energia do museu, criação do universo, ecossistemas e biologia de uma forma geral.

A segunda visita de estudos do grupo no ano, serviu para consolidar a importância de reservarmos um tempo ao conhecimento das novas tecnologias que nos envolve hoje em dia. Além de claro, reforçarmos o conhecimento referente as tecnologias já firmadas na nossa sociedade e, que acabam se tornando tão comum ao nosso dia a dia, que esquecemos de conhecer o seu jeito de ser desenvolvida e aplicada.


Árvore Solar nas dependências do Museu da PUC
O grupo só tem a agradecer ao engenheiro Fábio, desejar boa sorte no seu projeto e que possamos continuar firmando parcerias. Aconselhamos a todos que conheçam o museu e o projeto da árvore solar, que foi a grande atração da tarde de hoje, nos proporcionando afirmar ainda mais, que é possível termos um Brasil solar de forma rápida e barata. Com os dados que nos foram dados, com cerca de R$ 1.500,00, já podemos ter uma placa fotovoltaica na nossa residência; isso seria muito facilitado se o governo brasileiro diminuísse os impostos e burocracias impostas sobre essa fonte de energia que nos é dado de forma infinita. Vamos continuar na luta para que isso aconteça o mais rapidamente, para que projetos como este, não se percam nesse centralização de energia no Brasil de hoje.
Voluntários do Green de Porto Alegre cerram fileira contra as Usinas Nucleares.
Energia Nuclear, Não Obrigado!!!!

Para acessar o álbum de fotos, clique AQUI

2 comentários:

Cínthia disse...

Uma tarde em meio a tecnologia e sustentabilidade! Gratidão ao Fábio da "OZ engenharia de geradores de ozônio" por oportunizar essa tarde de conhecimentos aos voluntários do Greenpeace Porto Alegre!

Renata P disse...

Amei a oportunidade de ter conhecido o tecnopuc. Valeu, Fábio!