segunda-feira, 16 de maio de 2016

Duas Palestras na Associação de Recuperação do Menor Novo Lar

Aprendizes da Associação de Recuperação do Menor Novo Lar - Viamão, RS. 

Para começar bem a semana, duas palestras para um público aproximado de 170 aprendizes - e seus respectivos educadores - na Associação de Recuperação do Menor Novo Lar, em Viamão, RS. 

Para espantar o frio desta segunda-feira (16.05.16), nada melhor que receber o calor humano desta gurizada que possui nas mãos o futuro deste planeta. A receptividade do corpo docente da instituição - e de seus aprendizes - foi de aquecer o coração. 

O primeiro encontro ocorreu das 10h às 12h e contou com a presença de aproximadamente 50 jovens e seus educadores. No período da tarde, a palestra ocorreu das 13h30 às 15h15 para um público de 120 educandos e seus professores. 

O seminarista e educador Lucas Arocha, auxiliou os voluntários na parte técnica dos equipamentos de data show e aparelhos de som para que a apresentação fosse um grande sucesso. 

Para tratar das questões das mudanças climáticas e também para apresentar aos jovens o trabalho desenvolvido pelo Greenpeace no Brasil e no mundo, foi que a  Coordenadora do Programa de Aprendizagem da instituição, Elisabete Fraga fez o convite ao Projeto Escola. 

Durante os dois encontros realizados, o palestrante Valdeci C. de Souza falou aos estudantes sobre os Desafios das mudanças climáticas, obsolescência programada, práticas sustentáveis e mostrou ainda todo o trabalho desenvolvido pela ONG. 

O futuro desta planeta está nas mãos desta gurizada

Claro que outros temas foram abordados como por exemplo, a necessidade do governo investir em fontes de energias renováveis, a defesa das matas nativas com a criação da Lei do Desmatamento Zero e a não construção das barragens no Rio Tapajós. 

Após as palestras, Elisabete Fraga recebeu materiais gráficos de campanhas realizadas pelo Greenpeace como doação à biblioteca da instituição para pesquisa e estudos dos interessados. 

Atentos e participativos, os alunos deram um show de bola e a instituição mostrou que faz um ótimo trabalho de conscientização ambiental. 

Por uma incrível coincidência (ou não. Vai saber...) durante a oração dos Educadores em que os voluntários Denise e Valdeci foram convidados a participar, o grupo presente cantou um hino de louvor chamado "Dom Bosco sem fronteiras" em que os versos iniciais dizem: 

"Ontem eu vi crianças de todos os lugares pedindo um espaço para brincar. 
Jovens que gritavam sua liberdade, querendo construir o amanhã.
Mães chorando os filhos perdidos numa guerra, corações sangrando pela dor.

Quanta dor ferindo meu planeta!
Quantas Etiópias pelo mundo!
Quantas Hiroshimas pela terra!
Aqui onde a gente foi chamado para amar" 


Obrigado a direção, educadores e aprendizes do Novo Lar pelo privilégio deste encontro e parabéns pelo comprometimento com as causas ambientais. 

Valeu, gurizada! 

Para acessar o álbum de fotos, clique AQUI!



Texto: Valdeci C. de Souza
Fotos e Logística: Denise da S. de Souza 



3 comentários:

Cínthia disse...

Parabéns, Valdeci e Denise por levarem a esses jovens o nosso Arco Íris da esperança é da vontade de transformar as nossas vidas para melhor!

Gerson Furlan disse...

Parabéns bela atitude !

Gerson Furlan disse...

Parabéns bela atitude !